banner_quemsomos_crop22.jpg

PUBLICAÇÕES

 

Pai não vacinado perde direito de conviver com filho

No Canadá, pai não vacinado perde o direito de conviver com o filho temporariamente.


No Canadá, na província de Quebec a justiça retirou o direito de um pai de conviver com o o filho de 12 anos por ainda não ter se vacinado contra a COVID-19. Entendeu o juiz responsável pelo caso que a convivência paterna, neste momento, não seria do melhor interesse da criança. Exceto se o pai decida se vacinar, o direito à convivência presencial permanecerá suspenso até fevereiro.


A adoção de medidas e sanções legais pelo Judiciário contra os responsáveis que não levarem seus filhos para serem imunizados é tema do enunciado que foi recentemente aprovado por magistrados de varas da Infância e da Juventude de todo o país, que participaram do Fórum Nacional da Justiça Protetiva.


Diante dessa decisão, fica o alerta para casos semelhantes na justiça brasileira.