banner_quemsomos_crop22.jpg

PUBLICAÇÕES

 

Juiz determina que acionista minoritário informe possíveis financiadores de ação

Em disputa judicial envolvendo acionista minoritário da Braskem e a Novonor (antiga Odebrecht), o Juízo determinou que o acionista revele se possui financiadores por trás de si, seja na aquisição das ações da Braskem, ou no ajuizamento da ação (contratação de advogados, pareceres, pagamento de custas, etc).


Caso existam terceiros envolvidos, estes deverão ser identificados, incluindo a divisão das despesas pagas e os benefícios econômicos obtidos ou que se buscam obter.


Na ação, o acionista busca indenização por suposto abuso de poder de controle da Novonor referente a atos de eleição, práticas do conselho de administração, e aprovação de contas da Braskem.


A ver os rumos que o caso irá tomar, podendo expor grupos de interesse que atuam através das garantias previstas para a proteção dos acionistas minoritários.